Verdades e mentiras sobre os negócios online no mercado pet..

Vender pela Internet deixou de ser uma opção para empresas que detém tecnologia de ponta e tornou-se viável e recomendável para qualquer modalidade de negócio.
Apesar disso grande parte das empresas no mercado pet não estão dando devida importância a esta opção.
Através da SPN, agência de publicidade que dirijo, desenvolvi estratégias de comunicação para fabricantes e distribuidores de produtos pet. Uma estratégia que usa a Internet como a principal meio de divulgação e o comércio eletrônico para converter os contatos em vendas instantâneas.
Ao visitar alguns empresários para oferecer tais serviços, encontrei resistência acima do esperado. Como tais estratégias estão dando resultados para os clientes que aderiram a este sistema, procurei refletir sobre os reais motivos do desinteresse desses empresários. Cheguei a conclusão de que existe na verdade bastante desinformação no setor. Redigi então, um artigo baseado nas justificativas que ouvi por parte de empresários que ainda não enxergam o comércio eletrônico como oportunidade viável, com objetivo de esclarecer algumas:


Verdades e mentiras sobre os negócios online no mercado pet..

Meus concorrentes vão descobrir meus preços.
Seus concorrentes já conhecem seus preços.

Os pet shops vão pensar que eu vendo direto para consumidor final.
Alguns vão mesmo. Mas deixar de aproveitar o potencial da Internet por essa razão seria um grande desperdício e este aspecto é facilmente contornado.

Os pet shops ficarão aborrecidos porque o consumidor vai descobrir o preço que a loja compra da minha empresa.
Isso vai acontecer e alguns lojistas arcaicos, vão até deixar de comprar de sua empresa. Mas haverá a conquista de lojistas modernos.
Os lojistas modernos já compreendem a nova dinâmica do mercado e vão deixar este pensamento de lado e aproveitar a facilidade que os negócios online proporcionam. Considere também que os lojistas arcaicos, ou se tornam lojistas modernos, ou serão substituídos por eles.
Também é possível minimizar o acesso do consumidor ao preço.

Eu conheço um distribuidor publica preços na Internet e tem um pet shops reclamando.
Tem um monte ainda maior de gente fazendo negócios com este concorrente. Se você não for rápido, vai acabar ficando com os reclamantes e perder os clientes que entenderam a nova dinâmica do mercado.

Minha empresa já vende o bastante. Aumentar as vendas pode comprometer minha estrutura.
Difícil de acreditar mas ouvi isso várias vezes.
Quando a procura é maior que a oferta é hora de aumentar o preço e ganhar mais dinheiro.

Quando a situação melhorar pretendo investir em negócios online.
A situação não vai melhorar.

As pessoas têm medo de comprar pela Internet.
Meu concorrente também pensa assim. Que maravilha!

Minha empresa já tem seus canais de vendas bem definidos. Fazer vendas online pode atrapalhar este processo.
Acontece que o mercado é dinâmico.
Os negócios online estão crescendo e inevitavelmente vão interferir nos meios convencionais. Isso não significa que a maneira convencional de fazer negócios vai acabar, mas a compra online vem se tornando uma opção cada vez usada.

Prefiro que o cliente ligue para a gente negociar Mas isso não é o que o seu cliente prefere. Por comodidade ele prefere visitar um site montado para atender as expectativas dele e não as suas.

Minha empresa tem um site institucional
Ninguém perde tempo visitando sites institucionais. Quem usa Internet quer acesso rápido as informações que deseja a respeito da sua empresa. Quer também localizar os produtos de maneira fácil e rápida, conhecer detalhes, preço, forma de pagamento e demais condições de vendas.
Quando o usuário defini o que deseja quer efetuar o pedido rapidamente. Isso pode ser pela própria loja virtual ou então por telefone que deve ser facilmente visualizado em qualquer parte do site.

Uma loja virtual vai provocar conflito com minha equipe de vendas.
Se você prefere deixar de aumentar suas vendas em 20, 40 60% para agradar sua equipe, deve então manter uma comissão para o vendedor quando alguém da área dele realizar compra pelo site. De qualquer forma não deixe de agradar o cliente que prefere a comodidade da compra online.

A quantidade de pet shops que usam a Internet é reduzida
Os melhores pet shops tem Internet. Isso vem crescendo em ritmo acelerado.
Mesmo quando não há um micro conectado na Internet dentro da loja, grande parte dos proprietários e funcionários acessam a Internet em casa.

A Internet é uma mídia barata. Realmente não é caro desenvolver e hospedar um website. Mas isso não significa que a Internet seja uma mídia gratuita.
Grande parte das empresas do mercado pet resumem o investimento em uma pequena quantia desembolsada para o desenvolvimento, mais uma mensalidade de R$ 40,00 para hospedagem do site.
É ingenuidade esperar ter retorno com um investimento de R$ 40,00 mensais.
Para obter resultado com Internet é necessário uma estratégia bem elaborada, realizada por profissionais experientes. Existe também a necessidade da manutenção constante e esforço para atrair visitantes para o site.

Meu amigo fez o site da minha empresa e ficou bonitinho.
E o retorno que sua empresa está obtendo com o site é proporcional ao amadorismo do seu amigo.

Nosso site está em construção. E a reputação de sua empresa em declínio.

Em breve vamos entrar no negócio on-line.
Sua empresa já deveria ter feito isso há alguns anos atrás. Dessa forma estaria dominando uma tecnologia que faria muito bem a sua empresa e acompanhando sua rápida evolução.

Eu sou um empresário pé no chão
Prefiro chamá-lo de empresário medroso. O empresário medroso é estático e tem grandes chances de fracasso em mercados dinâmicos como é o caso do mercado pet.
O empresário medroso dificilmente vai arriscar uma aventura no mundo desconhecido para ele como é o caso da Internet. Vai usar vários dos argumentos acima para justificar seu desejo de não gastar dinheiro com Internet. Sorte do concorrente destemido.
Um empresário medroso ficaria aborrecido pela maneira que abordei seu perfil. Mas fique tranqüilo. Este empresário não leu o texto até este ponto e aqui entre nós: Um empresário medroso nunca vai ser meu cliente.

Pet Magazine Chique de Doer

0 comentários: