Fofura ou gordura: será que seu cão precisa de dieta?

Bicho é como o ser humano: se come além da conta, fica obeso, com diabetes, risco de infarto, problemas na coluna, nas articulações...


Mariana Viktor
Conteúdo do site ANAMARIA
 
 
Cachorros gordos
Seu cachorro não precisa comer nada além de uma boa ração, desde que na quantidade adequada ao seu porte
Foto: DreamsTime
Um biscoitinho aqui, um pedaço de pão ali... e o cão termina o mês cada vez mais gordinho! Com a intenção de agradar o amigo de quatro patas, muitos donos fazem o bicho ficar obeso.
Parece exagero, mas não é: um biscoito canino médio tem quase 100 calorias, quase um terço do que um cão pequeno precisa durante todo o dia.

Como evitar a obesidade

· Caminhe com ele 30 minutos por dia.
· Em casa de piso que não escorrega, brinque de jogar bolinhas para ele buscar.
·  Seu cachorro não precisa comer nada além de uma boa ração na quantidade adequada ao seu porte (confira as indicações na embalagem).
· Você pode trocar petiscos por pedacinhos de chuchu cozido (sem sal).
· Se ele estiver obeso, ofereça ração light.

Saiba como descobrir se seu cão está acima do peso

No sentido oposto ao crescimento dos pelos, passe suavemente a ponta dos dedos sobre as costelas, a coluna, os ombros e os quadris do cachorro. A sensação que você terá pode indicar a situação do seu animal querido. Confira:
Muito magro: você consegue tatear todos os ossos do animal. Em algumas regiões, nem é preciso colocar as mãos; basta olhar.
Magro: é possível sentir com facilidade os ossos das costelas e da coluna, mas não os dos ombros e quadril.
Esbelto: os ossos das costelas são fáceis de sentir, mas os da coluna exigem uma pressão.
Levemente acima do peso: pressionando suavemente, dá para reparar que uma pequena camada de gordura encobre os ossos das costelas do animal. Ao acariciar o cachorro nas laterais, dá para sentir a cintura dele.
Moderadamente obeso: você percebe no tato que seu bicho de estimação tem uma camada de gordura bem definida cobrindo as costelas. A cintura dele mal aparece.
Obeso: além das características do tipo moderadamente obeso, esse perfil apresenta problemas de saúde, como dificuldades para respirar, caminhar, saltar ou correr. Leve-o ao veterinário já


Pet Magazine Chique de Doer

0 comentários: