Meu bicho está gordinho. E agora?

Como prevenir que seu cão ou gato sofra de obesidade. E o que fazer se ele já apresenta esse quadro


Karina Fusco
Conteúdo do site ANAMARIA
 
 
Foto: Getty Images
Cães e gatos devem comer ração. Evite
dar restos de comida e guloseimas
Foto: Getty Images
Seu animal de estimação está cada vez mais gordinho e você acha que é sinal de saúde? Ledo engano. Cada vez mais aumentam os casos de animais com problemas de obesidade.

De acordo com a veterinária Maria Inês Ferreira, da Anclivepa-SP (Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais de São Paulo), cães e gatos podem sofrer com esse problema, mas os cães padecem mais. Afinal, passam muito tempo grudados nos donos e acabam ingerindo comidas erradas e não se exercitando.

''A obesidade traz problemas de articulações, de coluna e até de doenças cardíacas, respiratórias, de fígado e diabetes'', afirma Maria Inês Ferreira.

Quando desconfiar que seu animalzinho está com excesso de gordura, procure o veterinário. Ele vai aconselhar uma mudança nos hábitos alimentares de seu queridinho.

Basta passar a utilizar rações diet, estimulá-lo a caminhar e, em último caso, usar medicamento para tratar a ansiedade. ''A reversão do quadro depende da resposta do animal e da colaboração do dono'', adverte a veterinária. Dieta nele!

Raças com tendência a engordar
. Cocker
. Beagle
. Basset
. Labrador


Pet Magazine Chique de Doer

0 comentários: