Como proteger seu gato da leucemia felina

Cuide do seu bichinho: a leucemia felina é uma doença causada por um vírus que ataca o sistema imunológico do gato


Gato
Os gatos que correm mais risco de manifestar a doença são os que têm acesso à rua
Foto: Getty Images

A leucemia felina é uma infecção grave e sem cura, que pode ficar anos no organismo do animal sem apresentar sintomas. No entanto, diarréias, inflamações e infecções recorrentes podem ser sinais de alerta.  A transmissão se dá pelo contato com animais infectados e pode ocorrer por transfusão, lambida, mordida ou amamentação. O vírus não passa para pessoas ou outros animais.
Os gatos que correm mais risco de manifestar a doença são os que têm acesso à rua e não foram castrados. Se não diagnosticada a tempo, a leucemia viral vai debilitando perigosamente a saúde do felino. Quando o dono se dá conta, o caso já evoluiu para uma anemia ou mesmo algum tipo de tumor. "Em 70% dos casos, o próprio sistema imunológico acaba com o problema. Caso contrário, é preciso entrar com medicamentos importados e, por isso mesmo, muito caros", diz a veterinária Andreza Avila, de São Paulo.

Veja como proteger seu gatinho

Seu gato tem contato frequente com outros felinos? É melhor evitar, já que a contaminação se dá por meio da saliva. Existe uma vacina importada contra a leucemia. Só que há evidências de que cause tumores no local da aplicação. Então, peça a opinião do veterinário de sua confiança. Caso seu bicho ande muito pelas ruas, o especialista pode ainda indicar um teste de sangue. Se der positivo, ele iniciará o tratamento a tempo de afastar complicações.

0 comentários: