Como socializar um cachorrinho

As pessoas às vezes são advertidas a não levar os seus filhotes em público até que eles estejam completamente vacinados por medo de que o cachorro pegue alguma doença. Mas os tempos mudaram e a maioria dos médicos veterinários, treinadores, criadores e especialistas em comportamento recomendam que você começe a socializar o seu cachorrinho cedo. É mais provável que um cachorro não-socializado tenha problemas de comportamento a longo prazo do que que ele fique doente ao interagir com outros cães.
Você deve sim balancear o risco médico com os riscos comportamentais, razão pela qual áreas não controladas, como parques para cachorros e praias devem ser evitadas até que o cachorro esteja totalmente vacinado. Mas o risco de socializar seu cachorrinho em um ambiente controlado (como a Universidade Village se você estiver em Seattle), onde os cães não correm soltos, é mínimo.

•    Idade. A melhor idade para se socializar um filhote é entre dois e quatro meses de idade. Após quatro meses de idade, a janela da socialização começa a se fechar e é muito mais difícil incluenciar a opinião e atitude de um cachorrinho.

Por exemplo, se um cachorro não é exposto ao tráfego antes de quatro meses de idade ele pode ficar tão paralisado com medo das imagens e sons que caminhar numa rua da cidade pode ser impossível ou, na melhor das hipóteses desconfortável. Se o cachorro é exposto ao tráfego antes de quatro meses de idade e introduzido de uma maneira positiva, ele terá muito prazer em caminhar ao longo de uma rua da cidade, porque foi um encontro positivo. O treinamento do comportamento do cachorro deve começar cedo na sua vida.

•    Contato Humano. Pesquisas sobre comportamento de cães descobriram que cães filhotes que ficam isolados de contato humano entre cinco e doze semanas de idade nunca são capazes de reagir normalmente às pessoas mais tarde na vida. Esta idade é o período "sensível" de um cachorrinho e as semanas do período sensível, podem variar. Certifique-se que o seu animalzinho tenha muitas experiências positivas de contato humano durante este tempo.

Então, onde e quando você começar a fazer a sua socialização?

•    Comece em casa. O reconhecido treinador de cães de New York City Toni Kay-Wolff de www.wellmannereddog.com sugere: Assim que você trouxer o seu filhote pra casa, visite o veterinário para checar a sua saúdo. Se estiver tudo bem, começe aclimatizando seu filhote aos sons, cheiros e paisagens do seu novo ambiente - a sua casa. Depois de alguns dias saia pela cidade e começe o seu programa de socialização.

•    Na cidade. Carregue o seu cachorro pela cidade, traga várias guloseimas, e peça a quem quiser conhecer o seu cachorro para oferecer-lhe uma surpresa. Não ponha seu filhote no chão ainda, mas carregá-lo é perfeitamente seguro. Você quer que seu cachorro pense que a ruídos altos, odores engraçados e cidadãos bobos andando pelas ruas é perfeitamente normal!

•    Tráfego. Uma sirene de bombeiros passa por vocês? Dê uma guloseima e pareça feliz! Caminhão ou ônibus? Dê uma guloseima e aja como bobo! Isto vai fazer com que o seu cachorro se acostume com todos os ruídos e coisas potencialmente assustadoras que ele ou ela irá se deparar inevitavelmente. Se você expuser o seu cachorrinho a sons de tráfego de rua de uma forma positiva (com guloseimas e alegria), ele vai ficar confortável andando na rua com você.

•    Onde socializar. Se você está vivendo em Seattle, a Universidade Village ou Redmond Town Center são dois shopping centers que aceitam cachorros e a maioria das lojas estão abertas a você e seu companheiro peludo que vêm para uma visita. Estas são áreas comerciais ao ar livre onde o seu animalzinho pode descobrir outras pessoas, cães e locais enquanto ficam na sua coleira.

Procure por um shopping center semelhante no seu bairro, onde muitas lojas têm biscoitos para cachorros e tigelas de água. Se não tiver a certeza se você deveria entrar em uma loja com seu cachorrinho simplesmente pergunte à porta, um pouco de etiqueta canina nunca é demais.

Os bancos também pode ser um ótimo lugar para socializar um cachorrinho. Muitos vão deixar seu cachorro entrar e podem até mesmo oferecer-lhe um biscoito. Seu banco não aceita cães? Você pode querer repensar o banco que você usa e escolher uma instituição bancária amigável para cães!

•    Crianças. Se você não tem filhos, é importante que você procure as crianças, para que você possa socializar o seu cachorrinho. As crianças são mais imprevisíveis e que têm movimento rápido das mãos. O cãozinho que não são expostos a crianças podem ter medo delas.

•    Situações assustadoras. Tenha cuidado para não dar muita atenção se o seu cachorrinho ficar com medo em uma situação que é normal. Se uma bicicleta passar correndo por você e seu cachorrinho, você será tentado a tranquilizá-lo dizendo que "está tudo bem, você está bem, tudo bem". O que o seu animalzinho pode muito bem se ouvir é, "Bom rapaz, mamãe adora quando você fica com medo, por favor, continue!" É melhor simplesmente recompensá-lo com uma guloseima e seguir em frente. Quando a próxima bicicleta passar por perto, ofereça uma recompensa alimentar para o cachorro para que ele redirecione seus pensamentos do medo para a recompensa. Cachorrinhos valorizam alimentos, então, não tenha medo de oferecê-los como recompensa.

Sarah Wilson, treinadora de cães nacionalmente conhecida e autora de best-seller (Good Owners, Great Dogs e My Smart Puppy) recomenda:

     ••    "Se o seu cachorro fica assustado com alguém, diga a essa pessoa para ignorar o cachorrinho. Vá ficar perto dessa pessoa e aja de forma descontraída. Filhotes tímidos são sempre mais confortáveis se aproximando, em vez de serem abordados. Bata-papo por alguns minutos e permita que o cachorrinho possa investigar se ele quiser. Se ele ficar muito afastado, tente jogar uma guloseima para ele. Lembre-se de ficar otimista! Quando ele pegar a guloseima, jogue outra mais perto de você, então mais e mais próximo. Ignore o cão. Deixe ele buscá-la se ele quiser. Instrua a pessoa a se agachar lateralmente ao cachorro. Contato visual direto vai assustar o cachorro, por isso eles têm que olhar para o chão. Seja verbalmente solidário, "Que cachorro! Diga Olá!" e caminhe em direção à pessoa. Não deixe que a pessoa alcance o cachorro. Quando o cachorrinho finalmente fizer a abordagem, peça que a pessoa encoste embaixo do seu queixo e faça cócegas no seu peito. Mexer na cabeça dele vai assustá-lo. Se ele estiver muito medroso para vir todo o caminho, não pressione-o. Sejam felizes com o sucesso que você já teve e siga em frente. "

•    Jardim de infância de cachorro. Dr. Allen Matson de Hollywood Hill Animal Hospital, Woodinville recomenda fortemente que os novos proprietários de cachorrinho tirem proveito dos Jardins de Infância de Cachorros. Jardins de Infância de Cachorros permitem que o seu animalzinho conheça e interaja com outros cachorros que também estão aprendendo a conviver, assim como os cães mais velhos que funcionam como "conselheiros". A brincadeira é supervisionada e ensina o seu cachorro a se comportar adequadamente em torno de outros cães.

Dr. Matson também afirma que "a maioria dos cães mordem por medo e um cão socializado tem menos problemas comportamentais, eu recomendo socializar o seu cachorrinho para o máximo de coisas possíveis, e após a segunda vacinação, uma aula de socialização de cachorro pode marcar positivamente o cachorrinho para sempre ".



Lugares inesperados.  

A primeira experiência de ir às compras do meu cachorro foi em uma loja de automóveis. Eu realmente acho que tenho um melhor negócio por causa do meu pequeno filhote de labrador, Moose. Moose ganhou bastante atenção, elogios e biscoitos de todas as pessoas de vendas da Toyota Michael em Bellevue. O representante de vendas trabalhou arduamente para conseguir um carro bom para Moose.

                                                                                
Foi uma grande experiência social para o meu cachorro e muito mais divertida para mim. Ter Moose ao meu lado manteve o nível de estresse em um mínimo. Os cães e os filhotes são uma influência de relaxamento. Nós muitas vezes deixamos os nossos cachorros em casa quando realmente devíamos tirar partido das novas oportunidades, tais como a procura de um novo carro, e transformá-las em um grande sessão de socialização com o seu cachorrinho. Você pode não ir para casa com um carro novo, mas o seu cachorrinho vai colher os benefícios para o resto de sua vida.

0 comentários: