Mercado pet já conta com tratamento odontológico

dentinhoConsiderados os melhores amigos do homem, os animais de estimação já têm ao seu dispor , acessórios, brinquedos, , , e todo tipo de mimo a que um ser humano também tem direito. Mas, mais do que um serviço de luxo, cães e gatos de agora contam também com atendimento odontológico especializado para prover saúde ao animal e também o bem-estar do proprietário.
Afinal, nada mais desagradável do que receber uma visita ou brincar com o bichinho quando ele está com mau hálito, um dos problemas mais frequentes detectados pelo médico veterinário Tiago dos Santos Nascimento. Ele é proprietário de uma clínica odontológica voltada ao tratamento odontológico de pequenos animais, inaugurada recentemente no Centro da cidade.
Mas, segundo o , o cuidado com a boca dos bichos vai além da simples extinção do cheiro ruim provocado pelo acúmulo de tártaro e pode prevenir, inclusive, que podem levar à morte do animal.
“O apodrecimento dos dentes pode provocar na boca e ser responsável pelo desenvolvimento de doenças como , , problemas cardíacos, insuficiência renal e problemas no fígado. Todo órgão que tiver vascularização pode ser prejudicado, porque a boca faz comunicação direta com a corrente sanguínea”, detalha.
Além do excesso de placas que se acumulam, outro descuido comum dos proprietários é não buscar reparação para dentes fraturados dos animais. “A polpa do dente exposta é porta de entrada para inúmeras bactérias e, se não for protegida, pode provocar dor, inapetência e apatia no animal. Mas é algo totalmente evitável se for cuidado no estágio inicial”, frisa. Na clínica, o tratamento de recomposição do dente quebrado pode contar, inclusive, com restauração feita com resina.
Além da dentística restauradora, os procedimentos compreendem desde orientação preventiva, limpeza da arcada e retirada de placa bacteriana, até extração de dentes, tratamento de canal, cirurgias mandibulares para remoção de tumores. Os preços variam entre R$ 150,00 e R$ 800,00 e podem ser quitados em até quatro vezes. De acordo com Nascimento, a maioria dos clientes é oriunda das classes A e B, mas, futuramente, a clínica pretende expandir sua abrangência de mercado através de convênios e parcerias com Organizações Não-Governamentais (ONGs).
Além do preço alto, a resistência dos proprietários em aderir a este tipo de tratamento reside no fato de os animais precisarem de anestesia para a realização dos procedimentos. Mas, segundo afirma o veterinário, o receio não tem fundamento. “A tecnologia está muito avançada e os materiais que utilizamos são de primeira linha. Não há o que temer”, frisa.
Tendência
O veterinário conta que o atendimento odontológico exclusivo para pets é uma tendência que vem se consolidando nos últimos anos em grandes centros urbanos como São Paulo e Curitiba. Em Bauru, vários consultórios já realizam procedimentos semelhantes, mas a clínica de Nascimento é a primeira na cidade voltada especificamente para este fim.

0 comentários: