Milteforan® é a solução para a cura da LVC (Leishmaniose Visceral Canina)

Cada vez mais e mais cães com leishmaniose ficam curados com o uso de Milteforan®.

RELAÇÃO ml X peso animal
30ml = até 10 kg
60ml = até 21 kg
90ml = até 32 kg
Para maiores informações sobre como adquirir Milteforan® 20mg, escrever para:

email
 milteforan.sos@gmail.comMencionar no mail:
1. Dosagem desejada (30 ml, 60 ml ou 90 ml)
2. Nome e endereço completo
3. Telefone fixo ou móvel para eventual contato

MILTEFORAN - Solução oral para cães.

MILTEFORAN - Solução oral para cães.
MILTEFORAN - Solução oral para cães
COMPOSIÇÃO
Miltefosina 20 mg por ml
Solução oral viscosa incolor.

CLÍNICA
Espécies-alvo: os cães.
Indicações: Controle do Calazar, Leishmaniose canina.
Imediatamente após o início do tratamento, os sinais clínicos da doença começam a diminuir drasticamente e duas semanas mais tarde foram reduzidos significativamente.
A melhoria contínua dos sinais, pelo menos, quatro semanas depois de completar o tratamento.

Contra-indicações: Não utilizar em caso de hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes.
Não foi estabelecida a segurança do produto em animais durante o período de gravidez, lactação ou de reprodução.
Não use o medicamento durante a gravidez, lactação ou em reprodução animal.

Precauções especiais para utilização em animais:
Antes e durante, o tratamento deve determinar o peso exato do cão. Recomenda-se administrar o medicamento junto com a alimentação dos animais ( rações pastosas – RECOVERY – CONVALESCENCE – da Royal Canin ou da marca AD RIOS) para reduzir os efeitos colaterais gastrointestinais.
Em caso de efeitos colaterais (como, por exemplo, vômito e diarréia) informar ao veterinário.
Em cães com insuficiência hepática e cardíaca grave, o veterinário deve avaliar o risco / benefício do medicamento.

Precauções especiais que devem ser tomadas pela pessoa que administra o medicamento aos animais:
Em caso de ingestão acidental ou derrames na pele procurar um médico imediatamente e levar a embalagem ou a bula.
Pessoas com hipersensibilidade a miltefosina deve evitar contato com o medicamento ou qualquer outro tipo de excreção animal (elementos de fezes, urina, vômito, saliva, etc) e deve administrar o produto com cautela. O produto pode causar irritação na pele e irritação dos olhos e sensibilização: Você deve usar luvas e óculos de proteção durante o manuseio.
Em caso de contato com os olhos ou pele, lavar abundantemente com água e consultar um médico.
O medicamento não deve ser administrado por mulheres grávidas, ou as que planejam engravidar e as que têm dúvidas se estão grávidas.
Não permitir que os cães tratados recentemente possam lamber as pessoas imediatamente após tomar o medicamento.
Não comer, beber ou fumar durante a administração do produto.
Não agite o frasco para evitar a formação de espuma.

As reações adversas (frequência e gravidade):
Em estudos clínicos, foram eventos comuns vômitos leve e transitória (16% dos cães), e episódios de diarréia comum (12% dos cães tratados).
Estes efeitos ocorreram em média, dentro de 5 a 7 dias após o início do tratamento e durante um período de 1 a 2 dias na maioria dos casos, mas pode ser estendido para mais de 7 dias em alguns animais.
Não afetou a eficácia do produto e, portanto, não foi necessário interromper o tratamento ou alterar o regime de dosagem.
Estes efeitos foram reversíveis ao final do tratamento e todos os cães se recuperaram sem tratamento específico.

Dosagem e administração: O medicamento deve ser administrado 2 mg / kg de peso corporal, derramada sobre a alimentação pastosa, a comida toda ou parte do alimento, uma vez por dia durante 28 dias por via oral (equivalente a 1 ml solução oral 10 kg de peso corporal por dia).
Uma vez que o parasita também é encontrado nos tecidos profundos (medula óssea, gânglios linfáticos, baço, fígado), é fundamental respeitar a duração do tratamento (28 dias) para assegurar a eficácia.
O médico veterinária irá determinar o peso exato do cão, antes e durante o tratamento.

Overdose: Um estudo de sobredosagem (até duas vezes a dose recomendada para 28 dias) apresentaram efeitos indesejáveis, tais como vômitos incontroláveis.
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Agentes contra a leishmaniose e a tripanossomíase
Leishmaniose canina é uma doença fatal causada por Leishmania infantum, transmitida pela picada de um mosquito (Phlebotomus spp.).
Miltefosina tem uma atividade significativa antileishmanica direta in vitro e em modelos animais contra L. donovani (promastigotas e amastigotas) e L. infantum.
Após a administração oral de cães, miltefosina é absorvida quase que totalmente, com uma biodisponibilidade absoluta de 94%.
Após a administração de uma dose terapêutica de 2 mg / kg / dia, a concentração plasmática máxima (Cmax) é de cerca de 32.582 ng.ml -1 em cães que foram alimentados.
Miltefosina é eliminado principalmente pelo fecal e aproximadamente 10% da dose administrada é excretada não metabolizada nas fezes.
A eliminação da miltefosina na urina é insignificante.

FARMACÊUTICA
Lista dos excipientes: Hidroxipropilcelulose, propilenoglicol, água purificada.
Prazo de validade do medicamento veterinário tal como embalado para venda: 3 anos.
Prazo de validade após a primeira abertura do acondicionamento primário: 1 mês.
Precauções especiais de conservação: Não é necessário
Embalagem: Garrafa polietileno de 30 ml, 60 ml, 90 ml, fechada com uma rolha de borracha e uma tampa de alumínio selado.
Caixa inclui garrafa, uma tampa de distribuidor, uma seringa, luvas.

Precauções especiais para a eliminação dos produtos não utilizados ou, quando apropriado, seus resíduos: Os produtos não utilizados ou os resíduos devem ser eliminados de acordo com os regulamentos locais.
TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO:
VIRBAC S.A


RELAÇÃO ml X peso do animal
30ml = até 10 kg
60ml = até 21 kg
90ml = até 32kg

0 comentários: