Os cães mais velhos são os que mais reclamam da artrose, saiba os sintomas, o diagnóstico e o modo de prevenção dessa doença

 


Eis um problema que os cães idosos conhecem bem. Quando os peludos envelhecem, as articulações deles vão se desgastando. “Esse desgaste causa deformidade nas extremidades dos ossos e leva à perda de cartilagem, o que causa dor”, afirma Sheila Cybele Leite, veterinária e acupunturista de São Paulo.
Resultado: ao se levantar, depois de muito tempo parado ou em dias frios, o cão sente uma fisgada e pode inclusive mancar. Diante desse sinal de alerta, vale a pena conversar com o veterinário, Com uma simples radiografia, ele poderá detectar a artrose em seu estágio inicial, O diagnostico precoce, aliás, faz toda a diferença nesse caso. ”As articulações desgastadas não podem ser repostas, por isso a meta é conservar aquelas que estão saudáveis para conseguirmos controlar a dor”, diz Maira Formenton, veterinária especializada em fisioterapia. Para barrar o avanço da artrose, são indicados medicamentos específicos e fisioterapia.
 A acupuntura, segundo Sheila, entra como complemento, para reduzir a dor. Para prevenir ou contornar esse mal, ela sugere que o dono estimule o cão diariamente a se locomover.

Sintomas

Quando a coluna não vai bem, os sinais são fáceis de perceber:
Andar cambaleando Alterações na postura
Falta de ânimo para brincar
Lentidão para se locomover
Dificuldade para fazer xixi ou evacuar

0 comentários: