Cães e gatos já podem tirar passaporte no Brasil

Documento emitido pelo Ministério da Agricultura pretende diminuir o tempo de liberação dos bichos em viagens internacionais. Pets terão de implantar um microchip que vai funcionar como carteira de identidade.
Por Felipe Igreja

O Ministério da Agricultura e Pecuária já começou a emitir o passaporte para cães e gatos. O documento deve diminuir a burocracia na hora de viajar com os bichos de estimação para fora do país. Ele é uma alternativa ao Certificado Veterinário Internacional, o CVI, que é utilizado atualmente. Enquanto o CVI precisa ser solicitado a cada nova viagem, o passaporte terá validade por toda a vida do animal. Além disso, o novo documento terá todas as informações zoosanitárias necessárias à entrada e à saída dos pets nos países do Mercosul. A expectativa é que o passaporte reduza o tempo de liberação para embarque e desembarque dos bichos, que hoje é de cerca de 40 minutos. Para requisitar o documento, será necessário apresentar um atestado de saúde e a carteira de vacinação, além da implantação de um microchip no corpo do cão ou gato. O dispositivo funciona como uma carteira de identidade, cujos dados são acessados por meio de uma máquina de leitura digital. O código, a data de aplicação e a localização do microchip devem ser informados no passaporte do pet. A jornalista Hilda Rocha cuida de uma cadelinha da raça Iasa Apso e acredita que os donos de bichos terão mais tranquilidade na hora de viajar: “eu acho de extrema importância (ter o passaporte) porque eles podem viajar com tranquilidade e as pessoas que vão perto dos bichinhos, muita gente acaba olhando de olho torto, fica preocupada, não sabe se o bicho está vacinado, se o bicho está precavido contra alguma doença. Então é muito importante o animal portar, assim como a gente tem o nosso passaporte, é importante eles também terem os deles, até mesmo para a gente apresentar e deixar todo mundo tranquilo em relação à presença deles na viagem.”



Vale ressaltar que nem todos os países aceitam o passaporte. Nesse caso, ainda será necessária a emissão do Certificado Veterinário Internacional. Quem tiver interesse em solicitar o novo documento deve procurar a Superintendência do Ministério da Agricultura mais próxima. O prazo para a emissão do passaporte é de 30 dias úteis. O documento é gratuito e será válido também em viagens nacionais.


 
Ouvir

0 comentários: